Por
 Em Novidades

Fique atento: a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) aprovou recentemente o Projeto de Lei do Senado (PLS) 126/2016, determinando que o símbolo utilizado para a identificação preferencial de idosos não pode mais ser pejorativo nem nivelar todos os maiores de 60 anos como cidadãos frágeis.

A proposta determina que a identificação de idosos seja expressa com pictografia baseada na idade mínima de 60 anos, e não mais com a figura de alguém arqueado sobre uma bengala, atualmente empregada na comunicação visual para identificar esse grupo.

Essa mudança surgiu de um movimento na internet, contrário ao pictograma com a bengala para os idosos, que elaborou um novo desenho, uma figura mais altiva, ao lado da inscrição “60+”. A nova imagem foi divulgada em 1º de outubro de 2016, quando se comemora o Dia do Idoso, e apresentada à Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Fonte:

Agência Senado
PL 10282/2018

 

 

Deixe um comentário